NotíciasSegurança

WatchGuard adquire a Panda Security

Esta aquisição vai resultar num reforço das capacidades da WatchGuard que passará a oferecer um portfólio mais abrangente, com gestão centralizada desde a rede ao endpoint.

Freepik

Este início de ano tem sido fértil em negócios no sector da segurança: houve a venda da divisão de cibersecurity da Symantec à Accenture e a compra da SIA por parte da Indra. Agora foi a vez de a WatchGuard Technologies anunciar a compra da Panda Security, empresa de soluções de protecção avançada de endpoints.

O acordo de aquisição vai permitir a criação de um conjunto de soluções de segurança que «simplificam a implementação e gestão» e «funcionalidades avançadas de detecção e resposta a ameaças com inteligência artificial (IA), técnicas de classificação de comportamentos e correlação de eventos de segurança», explicam as empresas em comunicado.

Num cenário em que a cibersegurança é cada vez mais importante e será mesmo, de acordo com a IDC, uma das apostas das empresas nos próximos anos, e em que a escassez de profissionais terá tendência em aumentar, Prakash Panjwani, CEO da WatchGuard, esclareceu o motivo do negócio: «Ao unir as duas empresas, permitimos que os nossos clientes e parceiros actuais e futuros consolidem os seus serviços de segurança fundamentais sob uma única marca, apoiados pela inovação e qualidade que são parte essencial do DNA de ambas as empresas».



Transacção bem recebida
A Panda Security, que celebra este ano o seu trigésimo aniversário, tem um longo historial de desenvolvimento de soluções de detecção e resposta de endpoints e lançou recentemente um serviço de busca de ameaças disponível para empresas e para fornecedores de serviços de segurança (MSSPs) que revendem os seus serviços. São estas capacidades que vão permitir à empresa americana «oferecer, a curto prazo, a melhor detecção e resposta de endpoints, mitigação de ameaças, antivírus para endpoints, segurança de email, patches, conformidade e encriptação de dados da sua categoria a toda a base de clientes» da WatchGuard, acrescentou o responsável.

Juan Santamaria Uriarte, CEO da Panda Security, mostrou-se satisfeito com o acordo de aquisição: «Estamos muito entusiasmados por vermos o nosso portfólio de produtos inovadores ser distribuído através da forte rede global de parceiros da WatchGuard. Juntos, esperamos criar uma plataforma de segurança que faça a ponte entre a rede e o perímetro do utilizador, com recursos incomparáveis no mercado da cibersegurança».

A transacção foi bem recebida pelas consultoras com Paul McKay, senior analyst da Forrester, a indicar ao site Infosecurity que a compra é importante para a WatchGuard «expandir o seu alcance e domínio no mercado de pequenas e médias empresas e no mercado de pequenos MSSP que lidam com as PME».

O valor do negócio não foi divulgado sendo que a transação está agora sujeita às aprovações regulatórias e deve estar concluída no segundo trimestre de 2020.

Business-IT