MercadoNotícias

PHC volta a crescer e regista volume de negócios de 13,1 milhões de euros

A empresa revela que mais de 35 mil empresas, em 25 países, usam o seu software.

A PHC Software anunciou que os resultados do ano de 2021 em que voltou a registar crescimento e a ultrapassou 13,1 milhões de euros, valor conseguido no ano passado.

Para estes resultados, contribuiu o aumento global de 8% em venda de licenças de software, e um crescimento internacional de 25%. Este é também o sétimo ano consecutivo em que a empresa bate recordes de vendas.

Além disso, a tecnológica revelou que conta com mais de 35 mil empresas a usar o seu software, em 25 países, e que o número de utilizadores das soluções aumentou para 162 mil. A PHC tem agora 233 colaboradores espalhados nos escritórios de Oeiras, Porto, Madrid, Lima, Luanda e Maputo.

Ricardo Parreira, CEO da PHC Software, mostra-se satisfeito com resultados: «Este crescimento é o culminar de um ano cheio de conquistas, e do reconhecimento que as empresas têm do valor do software PHC. Mas é também o resultado das nossas opções de gestão, de usarmos o nosso software para potenciar a empresa, e de uma equipa que todos os dias trabalha para o nosso crescimento em vários países.

A inovação continuou a ser uma prioridade da PHC com um investimento em I&D de 2,2 milhões de euros, crescendo 5,4% e o responsável salienta porquê: «Continuamos a aposta na inovação contínua dos nossos produtos, e teremos novidades muito importantes neste ano. É fulcral continuarmos a desenvolver ferramentas para que as empresas tenham as pessoas a fazer cada vez mais trabalho de valor acrescentado. Estamos focados em que o software PHC seja este agente de amplificação do potencial de todos os departamentos das empresas».

Sobre o futuro, o responsável diz que a empresa «quer continuar ajudar cada vez mais empresas a fazer a transição para as boas práticas de gestão na era digital» diz Ricardo Parreira.

Quantos aos objectivos passam por «consolidar a presença nos mercados actuais, a nível de parceiros e clientes; amplificar a sua visibilidade no mercado, continuar a apoiar as instituições locais, tais como associações de contabilistas, universidades e associações empresariais; apostar nas soluções de human capital management para uma melhor gestão de pessoas e procurar novos mercados para uma possível futura expansão».