NotíciasSegurança

Kaspersky prolonga cooperação com a Interpol

A Kaspersky vai partilhar informações sobre as suas investigações com a Interpol para ajudar a polícia na luta contra o cibercrime.

A Kaspersky e a Organização Internacional de Polícia Criminal reforçaram colaboração já existente por mais cinco anos. A empresa de cibersegurança fica assim responsável por oferecer à Interpol apoio ao nível de recursos humanos, formação e threat intelligence data relativos às mais recentes ciberameaças.

A Kaspersky vai partilhar informações sobre as suas investigações referentes às ciberameaças existentes e oferecer as ferramentas necessárias para ajudar com análises forenses digitais completas, que terão como principal objectivo o fortalecimento da prevenção de ciberataques.

A cooperação reforça a relação existente assegurando a partilha de informação e da tecnologia necessária para apoiar as investigações da Interpol no combate ao crime cibernético.



Eugene Kaspersky, CEO da empresa de cibersegurança, e Tim Morries, director executivo dos serviços de polícia na Interpol assinaram o novo acordo em Singapura durante a conferência Interpol World 2019.

Após a cerimónia, o responsável da Kaspersky salientou a importância deste tipo de acção: «Com o crescimento do número de hackers e de técnicas de ataque cada vez mais sofisticadas, as colaborações entre diferentes ecossistemas, bem como a partilha de expertise nunca foi tão importante. Estamos muito satisfeitos com o prolongamento desta parceria com a Interpol e com a possibilidade de conseguirmos fortalecer as autoridades com a informação e tecnologias necessárias para ajudar na luta contra o cibercrime em todo o mundo».

Business-IT