NotíciasSegurança

Bitdefender: 42% dos líderes de TI esconderam violações de dados

O estudo mostra que cerca de 30% dos profissionais mantiveram o incidente e o acesso indevido aos dados em segredo quando sabiam que este devia ser comunicado.

Wirestock/Freepik

De acordo com os dados do relatório Bitdefender 2023 Cybersecurity Assessment mais de metade das empresas admitiu ter sofrido uma violação de dados nos últimos 12 meses. No entanto, 42% dos líderes de TI foram instruídos para manter pelo menos uma violação de dados confidencial.

O estudo, que foi realizado com base em inquéritos feitos a 400 profissionais de TI de organizações com mais de 1000 funcionários nos EUA, Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha, mostra que cerca de 30% dos profissionais de TI mantiveram a violação de dados em segredo quando sabiam que esta devia ser comunicada.

Ao analisar os resultados por país, as empresas dos EUA foram as menos responsáveis quando se trata de violações de dados. Mais de 70% dos líderes de TI foram instruídos a manter a confidencialidade de uma violação de dados, enquanto 55% mantiveram o roubo de dados em segredo quando sabiam que este devia ser comunicado.

Outra das conclusões do estudo revela que a maioria das empresas que pediram aos profissionais de TI para não divulgarem informações sobre violações de dados pertencem aos sectores de RH e jurídico.

As empresas na Alemanha foram as mais responsáveis quando se tratou de violações de dados. Dos responsáveis de TI inquiridos, 35% foram aconselhados a manter a confidencialidade relativamente a uma violação de dados, mas apenas 15% a mantiveram em segredo. Além disso, 54% não foram informados nem mantiveram a confidencialidade de uma violação.

Globalmente, 52% das empresas sofreram uma violação de dados nos últimos 12 meses. No entanto, quando olhamos mais de perto para as estatísticas do país, os EUA foram as mais sofreram com 74,4% das organizações a serem atacadas. Já o país com menos incidentes foi a França com 42% dos inquiridos a sofrerem roubos de dados.

Business-IT