brand.IT

Terão os Managed Service Providers as respostas para um futuro mais sustentável no IT?

Logicalis

Com a sustentabilidade no “top-of-mind”, as organizações exigem hoje transparência aos seus fornecedores e parceiros relativamente a esta temática. As empresas esperam que as organizações com quem se envolvem façam mais para compensar o seu impacto ambiental. Por exemplo, os dados do Logicalis CIO Survey 2018 mostraram que 62% dos consumidores queriam que as empresas tomassem uma posição sobre questões como sustentabilidade, transparência e emprego justo; em 2022, esse número está mais próximo dos 72%.

A IDC relata que 75% dos pedidos globais de infraestruturas digitais (G2000) exigirão que os fornecedores provem os seus ESG e o progresso da sustentabilidade com os dados. À medida que os ESG se tornam cada vez mais uma medida-chave sobre a qual as empresas são avaliadas, as organizações devem fazer mais para serem sustentáveis se quiserem ganhar negócios.

Como é que os Managed Service Providers podem ajudar a melhorar a sustentabilidade? 

Muitas empresas reconhecem hoje o valor que os managed service providers (MSPs) podem fornecer, tais como permitir escala e flexibilidade sem aumentar exponencialmente os custos. Contudo, a parceria com um MSP também pode ajudar a reduzir o impacto ambiental, enquanto conduz a uma maior eficiência empresarial.

Por exemplo, um MSP sustentável pode ajudar o seu negócio a:

– Acompanhar o impacto do carbono do stack de tecnologia para assegurar que os serviços de IT se alinham com as estratégias de sustentabilidade e os objetivos do ESG;

– Monitorizar a sua utilização da cloud e da tecnologia, minimizando simultaneamente os gastos;

– Centralizar os sistemas empresariais críticos, gerindo os data centers da forma mais eficiente em termos de energia para reduzir a sua pegada ambiental, sempre que possível.

Fundamentalmente os MSPs ajudarão à transição do seu negócio para a utilização de infraestruturas mais eficientes do ponto de vista energético. Muitas vezes, isto será conseguido através da redução da necessidade da sua empresa de possuir, hospedar e/ou gerir a sua própria infraestrutura. Isto ajuda-o a minimizar a energia e o espaço que necessita para armazenar os seus dados onsite.

O envolvimento com um MSP global também permite que a sua empresa tenha acesso a know-how especializado e às melhores práticas; ajudando-o atingir os seus objetivos empresariais e a reduzir a sua pegada de carbono, ao mesmo tempo que capacita o seu negócio a investir estrategicamente em soluções mais sustentáveis.

Dando os primeiros passos 

Para responder à crescente necessidade de transparência em torno de compromissos de sustentabilidade, as empresas devem inovar e adaptar os seus processos em conformidade. No entanto, muitas organizações podem não saber por onde começar.

Há dois passos significativos que deve dar para iniciar a sua jornada de sustentabilidade empresarial:

Avalie o seu negócio

Avançar para práticas empresariais mais sustentáveis e responsáveis é difícil se não se souber qual é a sua situação atual. Analise a sua pegada de carbono e as suas soluções tecnológicas, para ver que ajustes pode fazer para reduzir o seu impacto ambiental.

A utilização do Carbon Score permite-lhe acompanhar as emissões de CO2 relacionadas com usos digitais e pode ajudar a reduzir a sua pegada de carbono. Esta extensão permite que as empresas monitorizem e consolidem automaticamente as emissões de CO2 evitadas, enquanto envolvem os funcionários em práticas mais sustentáveis.

A Logicalis também ajuda as organizações a mergulharem mais profundamente na utilização dos seus dispositivos e a calcularem a sua pegada de carbono, através da avaliação da utilização de energia de dispositivos individuais.

1. Estabelecer uma task force para abordar iniciativas-chave 

Uma vez estabelecida a referência, é importante considerar como se pode trabalhar com ferramentas e outras organizações para melhorar. Por exemplo a combinação de clouds com big data e análises, machine learning (ML) e inteligência artificial (IA) – proporciona grandes oportunidades às empresas para resolverem desafios e criarem mudanças. A utilização dos dados disponíveis permite identificar áreas do negócio que podem ser melhoradas para minimizar o seu impacto ambiental.

É também essencial estabelecer uma rede interna de “advocates” para o ajudar a atingir este objetivo. O compromisso executivo e a adesão ajudarão a impulsionar iniciativas sustentáveis e a promovê-las de cima para baixo. Os executivos têm de falar e caminhar; discutir o sucesso e os marcos importantes, encorajando a mudança.

2. O passo seguinte 

As organizações devem também considerar os impactos das suas cadeias de abastecimento e alinhar-se com os parceiros e fornecedores, incluindo os MSP, que têm compromissos de sustentabilidade semelhantes para assegurar que os objetivos do ESG são cumpridos do princípio ao fim.

Como parceiro líder mundial de MSP para a Cisco e a Microsoft, a Logicalis é um advisor de confiança na jornada dos serviços geridos, particularmente onde a Sustentabilidade é o motor.

Durante os últimos 12 meses a Logicalis acelerou os seus compromissos de sustentabilidade, estabeleceu objetivos claros de ESG, e desenvolveu um roadmap a três anos para posicionar a empresa como um negócio líder responsável. A Logicalis comprometeu-se com projetos ambientais nos 27 países em que opera, propondo-se a reciclar um mínimo de 50% dos resíduos que gera, bem como a alimentar 75% das suas operações com energia renovável. A Logicalis está também empenhada em que as suas operações globais sejam carbon neutral até 2025.

Enquanto Architects of Change, a Logicalis está empenhada em capacitar outras organizações e equipas para serem agentes de mudança, criando resultados sustentáveis através da tecnologia.

Para mais informações sobre como a parceria com a Logicalis o ajudará a descobrir a resposta para um futuro sustentável nas IT, contacte-nos hoje mesmo ([email protected] ).

Deixe uma resposta