NacionalNotícias

Consórcio apoiado pelo IAPMEI lança plataforma para ajudar PME na transição digital

O SHIFT2Future é um projecto que tem como objectivo ajudar as PME de diversos sectores de actividade a fazer o diagnóstico dos seus processos de transformação digital e prepararem-se para o futuro.

Freepik
Business-IT

Num evento online, o consórcio composto pelo IAPMEI, ISQ, Universidade de Aveiro, CTCV e TecMinho apresentou a plataforma SHIFT2Future, que «resulta de outros projectos anteriores, entre os quais o SIM 4.0 e SHIFTo4.0 e que evidenciaram a necessidade de uma ferramenta que permitisse às empresas conhecer o seu estado de maturidade de digitalização e ao nível da indústria 4.0», explica, Helena Gouveia, R&Di programmes manager da ISQ.

A SHIFT2Future destina-se a apoiar e acelerar a transição das empresas para a economia 4.0 já que foi constatado pelas entidades do consórcio que existia uma «baixa cultura digital, uma ausência de implementação de estratégias da indústria 4.0, dificuldade na definição de processos de digitalização; demasiado foco na tecnologia e nos investimentos, esquecendo as outras dimensões como os recursos humanos ou a estratégia da empresa».

A responsável salienta ainda que as empresas nacionais ainda não «dão a importância devida aos dados que são um recurso essencial na economia 4.0» e que «só com o aumento do conhecimento e da capacitação» é possível fazer a transição digital das PME que será «fundamental para a sobrevivência, competitividade e sustentabilidade do tecido empresarial nacional».

Avaliar e criar um plano para mudar
Com a SHIFT2Future, as PME poderão fazer o diagnóstico e avaliar as suas capacidades, aumentar o conhecimento e saber mais sobre ferramentas úteis que permitam acelerar a transformação digital e ultrapassar os desafios derivados dessa mudança. A plataforma auxilia as empresas a definir «um plano de acção e os investimentos a realizar para aumentar a sua maturidade digital e consequentemente a sua eficiência e competitividade», revela o IAPMEI.

A SHIFT2Future tem ainda uma área de casos de estudo, orientações, boas práticas, sensibilização e capacitação. Para já, o projecto é destinado a PME dos sectores de moldes e plásticos; pedra; cerâmica e vidro; têxteis e calçado; automóvel, aeronáutica e metalomecânica; TI e IoT; turismo ou agroalimentar.

Francisco Sá, presidente do IAPMEI, esclarece que esta é uma ferramenta «poderosa para que as empresas se posicionem em termos de maturidade digital e possam, mediante a análise dos resultados obtidos no seu diagnóstico, desenhar um plano de transformação estruturado para o futuro». O responsável salienta ainda a «enorme disparidade entre a transformação digital das grandes empresas e as PME», quer em Portugal, quer na Europa, evidenciada no estudo do Banco Europeu de Investimentos: 54% das grandes empresas europeias estão altamente digitalizadas e, nas pequenas e médias empresas, apenas estão 17%. Assim, com a plataforma shift2future.pt, o IPAMEI e restantes parceiros querem contribuir para alterar essa situação em Portugal; o consórcio vai organizar workshops em Abril, Maio e Junho para dar a conhecer o projecto às pequenas e médias empresas portuguesas.