NacionalNotícias

Sensei Tech e HiJiffy vencem 3ª edição dos Prémios Empreendedor XXI

Freepik

As startups portuguesas de inteligência artificial ligadas ao comércio e turismo,  Sensei Tech e HiJiffy, foram as vencedoras da 3ª edição dos Prémios Empreendedor XXI em Portugal.

A Sensei Tech, com sede em Castelo Branco, desenvolveu uma solução baseada em machine learning e inteligência artificial, para implementação em lojas de retalho autónomas, que permite a optimização do negócio e da experiência do cliente. A empresa está a preparar para este ano a abertura das primeiras lojas na Europa.

Já HiJiffy tem uma solução que centraliza, automatiza e mede todas as actividades de atendimento ao cliente nos hotéis. Os mais de 500 hotéis que já utilizam a tecnologia verificaram uma automatização de 70% das comunicações com os hóspedes que exigem respostas quase instantâneas, digitais e 24h por dia.



Os vencedores vão receber prémios monetários no valor de cinco mil euros e terão acesso a programas de acompanhamento internacional que, de acordo com o seu perfil, os levarão a Silicon Valley ou à Universidade de Cambridge. No primeiro caso participarão num programa organizado pela ESADE, em colaboração com a Singularity University; no segundo caso acederão a um curso internacional de crescimento empresarial para startups (Ignite Fast Track).

A iniciativa organizada pelo BPI e pela DayOne, divisão do CaixaBank especializada para empresas de tecnologia, inovação e respectivos investidores, em parceria com a ANI – Agência Nacional de Inovação, distingue empresas inovadoras com menos de três anos de actividade em duas categorias: territorial, onde são consideradas duas regiões em Portugal e setorial, onde são considerados seis áreas –  AgroFood (indústria agroalimentar), Health (saúde), Senior (serviços para pessoas com +65 anos), Mobility (soluções de mobilidade), PropTech (serviços para o sector imobiliário) e Impact (projectos de impacto social).

Em 2020, foram 139 as startups portuguesas que se candidataram aos prémios sendo que 75 eram da região Norte e Centro e 64 da região Sul e Ilhas. A Sensei Tech foi a vencedora na categoria territorial Norte e Centro e a HiJiffy venceu na categoria territorial Sul e Ilhas.

No âmbito da sua parceria com o BPI, a ANI, através do programa Born from Knowledge (BfK), distinguiu a Delox com o melhor projecto nacional. O sistema da startup permite que hospitais e laboratórios adquiram a bio-descontaminação a um preço acessível e sem recorrer a terceiros.  A empresa recebeu um prémio monetário de cinco mil euros e uma peça de arte ‘Árvore do Conhecimento’, da autoria do artista Leonel Moura.

Business-IT

Deixe uma resposta