MercadoNotícias

Apple compra divisão de modems da Intel

Este negócio, anunciado ontem, vai autonomizar alguns aspectos fundamentais do fabrico dos iPhone e iPad.

Foi anunciado ontem que a Apple vai adquirir a divisão de desenho e fabrico de modems da Intel, por mil milhões de dólares (cerca de 900 milhões de euros). Esta aquisição quer dizer que cerca de 2200 colaboradores da Intel vão passar a ser empregados da Apple. Neste negócio também está incluído equipamento e propriedade intelectual da Intel.

Espera-se que a aquisição seja finalizada no fim de 2019.

Apesar desta notícia, a Intel não vai abandonar completamente o negócio dos modems, porque vai continuar a poder desenvolver este tipo de hardware para computadores pessoais, dispositivos IoT, veículos autónomos e qualquer outro hardware que não seja um smartphone. Segundo o CEO da Intel, Bob Swan, esta venda vai permitir à Intel focar-se no desenvolvimento de tecnologias 5G.

Para a Apple, esta aquisição quer dizer que vai poder produzir os seus próprios modems 5G para as próximas gerações de smartphone sem ter de os comprar a terceiros, como a Qualcomm. A Apple chegou recentemente a acordo com a Qualcomm para resolver um processo judicial que já se arrastava há algum tempo. Quando o acordo foi noticiado, a Intel fez saber logo que iria abandonar o negócio do hardware para smartphones 5G.

Esta aquisição tem o potencial para trazer grandes benefícios à Apple porque lhe permite desenvolver esta tecnologia ao seu próprio ritmo, integrá-la melhor nos seus produtos e acrescentar funcionalidades que os distingam os seis produtos dos demais.

Business-IT