NacionalNotícias

23 startups portuguesas vão concorrer ao Fundo de Empreendedores da Fundação Repsol

O programa de aceleração da Fundação Repsol, que apoia startups que contribuem para a transição energética, recebeu 23 projectos nacionais.

b66655ea-c673-4877-8439-b80236f9226e

O Fundo de Empreendedores da Fundação Repsol recebeu 649 os projectos candidatos dos quais 23 são portugueses, o que corresponde a 3,5%. A participação nacional aumento 28% face à edição do programa de aceleração do ano anterior.

Segundo a Fundação, «o  aumento da participação portuguesa terá estado relacionado com a deslocação de um grupo de representantes do fundo a Portugal, em Fevereiro.

Nesta oitava edição, o número global de candidatos aumentou 78% provenientes de cerca de sessenta países, em que se destacam as participações de entidades provenientes de Espanha com 329 projectos,  Estados Unidos com 62 e Reino Unido com 42 projectos.

As candidaturas estiveram repartidas de forma homogénea pelas seis temáticas do concurso. Contudo, destaca-se o aumento de 82% face a 2018 de candidaturas relacionadas com novas tecnologias para a indústria do petróleo e gás e de 43% de novos materiais. Aumentaram também as candidaturas relacionadas com economia circular e biotech (31%) e digitalização e mobilidade avançada (16%).

O processo de selecção do Fundo de Empreendedores estará concluído em Julho de 2019, quando serão conhecidas as candidaturas vencedoras. Já o programa de aceleração terá início em Outubro.

As startups vencedoras vão receber durante um ano, até 144 mil euros, além de assessoria técnica e empresarial e formação em gestão empresarial, temas legais e marketing.

Desde o arranque deste fundo, a Fundação Repsol já apoiou mais de 48 startups, das quais 3 startups portuguesas: Inanoenergy, C2C-Newcap e FuelSave.

Mafalda Freire
Fã de tecnologia, gosta especialmente de tudo o que esteja relacionado com automóveis e mobile. Além disso é apaixonada pelo Star Wars.

Deixe uma resposta