MercadoNotícias

Sonae IM investe na Cellwize para acelerar adopção do 5G

 A Sonae Investment Management (Sonae IM) anunciou que concluiu o investimento na israelita Cellwize com vista a expansão da tecnologia de automação e inteligência artificial da empresa particularmente nas novas infraestruturas de 5G.

A Sonae IM junta-se aos investidores Deutsche Telekom Capital Partners (DTCP), Viola Ventures, Green Apple Tech e Vintage Investment Partners para apoiar a empresa de Israel na sua nova fase de crescimento.

A Cellwize oferece produtos e serviços de automação e orquestração de rede para operadores de telecomunicações e fabricantes na área de automóveis conectados.

A empresa reforça a experiência de cliente e trabalha com operadores de todo o mundo como a Telefónica, Axiata e Bell Canada, fornecendo tecnologia em várias geografias na Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico.

À medida que os operadores de rede móvel preparam o crescimento das suas redes e a introdução do 5G, gerir a crescente complexidade criada por redes heterogenias e multi-vendedor é um desafio. A Cellwize oferece soluções modulares para uma adopção ágil de capacidades para automação ‘zero-touch’ da rede, sobre uma mesma plataforma de orquestração de serviço virtualizada.

«A Cellwize é um líder tecnológico global e tem sido consistentemente reconhecido pela qualidade e resiliência da sua tecnologia por uma longa lista de operadores “tier-1” de rede móvel», referiu, em comunicado, Carlos Alberto Silva, diretor executivo na Sonae IM.

«A  arquitetura modular e aberta posiciona a Cellwize como um fornecedor de referência para operadores de rede, num mundo de crescente complexidade da rede móvel», acrescentou o responsável.

Ofir Zemer, CEO da Cellwize, esclareceu quais vão ver as apostas da empresa:  «Na Cellwize entendemos que a indústria se encontra num ponto de mudança disruptiva e a entrar numa era de conectividade inteligente, onde a tecnologia vai pensar e responder por nós. A próxima fase de automação vai incorporar ‘machine learning’, tornando as redes ‘self-driving’ mais inteligentes, maximizando as eficiências de custo e melhorando a experiência de cliente».

Business-IT