NacionalNotícias

GrowIN Portugal é incubadora certificada StartUp Visa

O programa português procura atrair talentos internacionais para o País.

Jannoon028/Freepik

A GrowIN Portugal, que faz parte da Rede Nacional de Incubadoras, está focada no desenvolvimento de novas maneiras de preencher a lacuna entre empresários não pertencentes à União Europeia (UE) e o crescente ecossistema português de tecnologia e inovação.

Neste contexto, a incubadora desenvolveu e lançou uma empresa como plataforma de serviço que permite a qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, configurar e gerir remotamente uma startup em Portugal.

Agora, a GrowIN foi acreditada pela Agência Portuguesa para a Competitividade e Inovação, IAPMEI, como uma das entidades anfitriãs do programa português que procura capacidade de investimento, talento e inovação para o País, o StartUP  Visa.



O programa procura fortalecer «o ecossistema de inovação do país e afirmar o posicionamento de Portugal como um país aberto ao empreendedorismo e a qualquer pessoa com conhecimento e capacidade para contribuir para o desenvolvimento da economia do país», explica a incubadora em comunicado.

Anas El Arras, fundador e CEO da GrowIN Portugal, explicou a aposta no País: «Sempre acreditei no enorme potencial de Portugal como pioneiro no desenvolvimento de um ecossistema único de tecnologia e inovação, onde mentes brilhantes de todo o mundo seriam bem-vindas a contribuir».

«O governo português, nomeando a Startup Portugal, tomou medidas sem precedentes e investiu grandes esforços para posicionar Portugal como um hub para startups. Nos próximos meses, o GrowIN Portugal integrará sua empresa como uma plataforma de serviços com a residência electrónica portuguesa para facilitar ainda mais os processos», esclareceu o responsável.

Anas El Arras salientou ainda que «recebe diariamente expressões de interesse de empresários e startups de todo o mundo que desejam expandir seus negócios para Portugal».

Com a acreditação para o StartUp Visa, a GrowIN Portugal pretende agregar mais valor ao ecossistema português de tecnologia e inovação e atrair startups de fora da UE.

Business-IT