InternacionalNotícias

NEC desenvolve reconhecimento de objectos com câmara de alta velocidade

A NEC Corporation anunciou o desenvolvimento de um sistema de reconhecimento de objectos com câmara de alta velocidade que pode ser aplicada a linhas de produção para uma maior eficiência.

A tecnologia desenvolvida em colaboração com o Laboratório Ishikawa Senoo da Escola de Ciências da Informação e Tecnologia da Universidade de Tóquio e outros parceiros, usa inteligência artificial (IA) para analisar instantaneamente um grande número de imagens capturadas por câmaras de alta velocidade para fins de reconhecimento e determinar o sucesso ou a falha de uma inspecção.

As câmaras operam a velocidades de mil imagens por segundo, com o intuito de seleccionar as imagens mais apropriadas e identificar correctamente riscos e marcas.

A aplicação da tecnologia numa linha de produção elimina a necessidade de a manipular para inspeccionar produtos, permitindo uma produção contínua e eficiente já que as câmaras conseguem detectar pequenas diferenças em caracteres de cerca de 5 mm impressos num objecto que passe numa câmara durante 0,03 segundos.

Além disso, isto pode ser feito em tempo real com uma precisão igual ou superior a 95%.

Em resultado disso, é possível examinar todos os produtos para os quais até ao presente apenas era possível realizar uma inspecção por amostragem, contribuindo desta forma para a prevenção da contaminação por parte de substâncias inesperadas e aprimorando o controlo de qualidade das linhas de produção.

Assim, espera-se que esta tecnologia seja aplicada na inspecção visual de rótulos em garrafas e latas que se movimentam a alta velocidade nas linhas de produção, bem como na detecção de materiais estranhos em comprimidos e produtos alimentares.

«A NEC utiliza tecnologias avançadas, como autenticação biométrica, IA, IoT e serviços de rede para impulsionar o crescimento dos negócios em todo o mundo”, referiu Toshihiko Hiroaki, director geral da NEC Corporation.

«No futuro, a NEC irá continuar a apostar numa gestão robusta dos processos de produção e na criação de novos serviços empresariais em resposta à diversificação de necessidades, por forma a introduzir a inovação digital nas unidades de produção. Através destas iniciativas, recolhemos, analisamos e partilhamos dados sobre o status dos produtos e processos, enquanto trabalhamos com os nossos clientes para a criação de valor», acrescentou o responsável.

Business-IT