NacionalNotícias

Cluster tecnológico dos Açores já captou seis empresas

O Terceira Tech Island, que foi lançado há um ano, anunciou os primeiros resultados do programa. São já 6 as empresas que se instalaram na ilha açoriana e que, assim, geraram postos de trabalho no sector tecnológico.

O programa de desenvolvimento económico do Governo Regional dos Açores assenta em três vertentes diferentes. São elas: o desenvolvimento de competências locais com um programa de formação de developers, a criação de condições competitivas e de qualidade para as empresas se instalarem e a possibilidade de as empresas se candidatarem aos programas de investimento destinados à competitividade empresarial e criação de postos de trabalho.

Segundo Sérgio Ávila, Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores, o sucesso do Terceira Tech Island é claro e deve-se ao facto da Ilha oferecer «o capital humano necessário à atracção de empresas» e disponibilizar «espaços multifuncionais de grandes dimensões, devidamente infraestruturadas, para as empresas se instalarem».

Além disso, os Açores possuem um «diferencial fiscal vantajoso, na ordem dos 30% e 20%, em relação ao restante território português, em sede de IRS e IRC respetivamente, e uma taxa normal de IVA de 18%», acrescenta o executivo.

O programa de formação e de requalificação já formou 40 developers e até ao final de 2019 conta atingir 200 programadores formados.

O novo cluster tecnológico da Terceira já conseguiu captar o investimento de 6 empresas mas está em contacto com outras 10 empresas tecnológicas nacionais e internacionais que querem instalar centros operacionais na Ilha.

O Governo Regional dos Açores demonstra, assim, a clara aposta no emprego qualificado e no desenvolvimento económico e tecnológico do arquipélago.

Business-IT