NacionalNotícias

NOS faz demonstração de casos de uso de 5G aplicados à indústria

A NOS apresentou hoje, no âmbito da sua estratégia de desenvolvimento e modernização de rede, a sua visão para o 5G. Num dia dedicado às potencialidades da nova rede móvel, o operador mostrou diversos casos em que as empresas portuguesas podem beneficiar da nova tecnologia.

O NOS TEK DAY 5G – download the future aconteceu na sequência da 3ª reunião do Comité Estratégico da Plataforma Portugal 4.0, iniciativa conjunta entre o Ministério da Economia e a COTEC Portugal cuja missão é coordenar, monitorizar e avaliar a execução do programa Indústria 4.0 da Estratégia Nacional para a Digitalização da Economia. Um encontro que contou com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, da Secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, do CTO da NOS, Jorge Graça e do Country Senior Officer da Nokia Portugal, João Picoito, entre outros parceiros empresariais.

De acordo com Jorge Graça, CTO da NOS, «a realização deste evento reflete, por um lado a ambição da NOS em ser o parceiro por excelência das empresas portuguesas no seu processo de transformação, e por outro, a nossa capacidade de estar na linha da frente no que diz respeito à tecnologia. Estamos convictos que o 5G virá a ter um enorme impacto em termos de experiência de utilização e sobretudo na transformação digital da indústria e das cidades em Portugal, impulsionado o crescimento da economia nacional. Nessa medida, o trabalho que a NOS tem vindo a fazer, em conjunto com os seus parceiros, na preparação da sua rede atual para o 5G, demonstra bem o nosso compromisso com os nossos clientes e com o país.»



Entre as demonstrações, realizadas em parceria com a Nokia, destaque para o uso do 5G com realidade aumentada (RA) que demonstrou uma viagem por um laboratório da Mercedes acompanhada por um avatar especializado e que pode ser aplicado a suporte remoto de sistemas por pessoal especializado, formação, promoção imobiliária, promoção turística entre outros. O principal benefício verificado na demonstração é alto débito e baixa latência.

Outro caso de estudo em destaque foram os robôs industriai colaborativos que graças a nova rede móvel podem ser  mais rápidos e precisos com latência de 5G (1ms) em comparação com a latência de 4G (20ms).

A própria Secretária de Estado da Indústria teve oportunidade de experimentar as soluções presentes e comprovar todo o esforço feito pela NOS e pela Nokia para serem parceiros na transformação digital das empresas portuguesas.

Business-IT