Empreendedorismo

Startup proGrow fecha ronda de 2,9 milhões de euros para democratizar a digitalização industrial

A startup portuguesa vai usar o financiamento para acelerar o desenvolvimento de produto e «aumentar a capacidade da sua plataforma em extrair valor dos dados que recolhe». 

A proGrow anunciou uma ronda de investimento no montante de 2,9 milhões de euros liderada pela Lince Capital, e com co-investimento da HCapital Partners e da Portugal Ventures.

A startup portuguesa, que «transforma qualquer posto de trabalho ou equipamento industrial online» e quer democratizar a digitalização industrial, vai usar o financiamento para acelerar o desenvolvimento de produto e «aumentar a capacidade da sua plataforma em extrair valor dos dados que recolhe». Além disso, nos próximos dois anos, a proGrow quer duplicar a equipa e expandir para novos mercados.

Marco Tschan Carvalho, CEO da Growplatform, empresa detentora da proGrow, explica os objectivos da empresa: «Digitalizamos qualquer ambiente industrial de uma forma simples e rápida, mas acima de tudo adaptada à maturidade digital da organização em questão. Esta ajustável metodologia de implementação permite às empresas atingirem o retorno de investimento logo no primeiro ano».

Segundo o CEO da Lince Capital, Vasco Pereira Coutinho, «o investimento reforça a aposta e a confiança em produtos inovadores desenvolvidos por empresas portuguesas com fortes equipas de gestão e que vêm responder às necessidades de um mercado com elevado potencial de expansão».

Deixe uma resposta