NacionalNotícias

Portuguesas Bac3Gel e C-mo Medical Solution entre as vencedoras do EIT Health InnoStars Headstart 2020

O programa é um dos muitos do EIT Health Accelerator que apoiam anualmente mais de 400 startups em toda a Europa.

Freepik

O EIT Health anunciou os vencedores de uma das suas principais competições na área da saúde, o EIT Health InnoStars Headstart 2020. Dos dez vencedores, duas  startups são nacionais.

A competição InnoStars Headstart decorreu virtualmente no passado dia 29 de Outubro e além das duas equipas de Portugal, os outros projectos premiados foram oriundos da Itália, Hungria, Polónia e Roménia.

A Bac3Gel desenvolveu um substrato universal para cultura de bactérias que permite gerar infeções humanas in vitro e auxiliar no desenvolvimento de novos antibióticos e a C-mo Medical Solutions respondeu a uma necessidade clínica relevante com um dispositivo de monitorização de tosse, que fornece uma avaliação abrangente dos padrões distintos de tosse de um paciente. Esta solução visa facilitar e agilizar o diagnóstico da doença subjacente à tosse, permitindo a prescrição de terapias e tratamentos personalizados e precisos.

As outras startups em destaque desenvolveram soluções inovadoras na área da genética, melhoria das ressonâncias magnéticas,  diagnóstico precoce de cancro do ovário, desempenho muscular, radiologia e de ECG.

Os vencedores do programa Headstart, acumularam um prémio monetário no valor de  50 mil euros e foram  apoiados com o desenvolvimento de competências e contatos que lhes permitam atrair mais apoio financeiro por parte de investidores privados.

Inês Matias, business creation manager da EIT Health InnoStars, salienta a qualidade de alguns dos participantes: «Em muitos casos, o nível de maturidade e a preparação tecnológica dessas equipas é de classe mundial. Todas as 15 empresas estão no rumo certo para ajudarem os profissionais de saúde a entregarem um melhor diagnóstico e tratamento aos pacientes. Estas dez equipas acabam de receber um apoio extra para acelerar a sua entrada no mercado».

A responsável destaca os países dos quais são oriundos os vencedores «Isto mostra-nos que ainda existe um enorme potencial por explorar em Portugal, Polónia, Hungria ou Itália. Estamos a descobrir talentos, a dotá-los de competências empresariais, e assim a validar a sua solução e aumentar a possibilidade de atraírem novos investimentos».

O Headstart é um dos muitos programas do EIT Health Accelerator que apoiam anualmente mais de 400 startups em toda a Europa.

 

Business-IT

Deixe uma resposta