NacionalNotícias

VPS regista volume de negócio de quase três milhões de euros em 2019

A VPS foi considerada a sétima empresa no ranking Scaleup Portugal.

A Virtual Power Solutions (VPS) anunciou que cresceu 30%, em 2019, atingindo um volume de negócios próximo dos três milhões de euros.

Os bons resultados surgem na sequência da reformulação estratégica da actividade da empresa, centrada na criação de plataformas digitais avançadas que ajudam quer o utilizador quer o produtor a gerir mais eficientemente os seus recursos energéticos, contribuindo activamente para a descarbonização da economia com a redução da sua pegada de carbono e aumento da utilização de energias renováveis.

Em Portugal, a empresa tem parcerias com as grandes empresas de produção, distribuição, transmissão e comercialização de energia , parcerias com os principais centros de investigação da área da energia  e clientes de variadas indústrias onde se incluem os grandes grupos hoteleiros, aeroportos internacionais e os principais grupos bancários a actuar no mercado nacional.Energ



Segundo o VPS,  os clientes que usam as soluções da empresa «têm, de forma consistente, alcançado poupanças entre 5% a 20%».

Além disso, a empresa foi considerada a sétima empresa Scale Up do país na edição de 2019 do ranking Scaleup Portugal.

Com presença na Península Ibérica, Brasil e Reino Unido, a VPS pretende, em 2020, aumentar a sua presença internacional, e reforçar o número de parceiros internacionais.

«O sector da energia está a atravessar um período de profunda transformação, fruto dos novos desafios do setor – produção renovável, gestão de produção distribuída, incremento do consumo pela electrificação, descarbonização. Por seu turno, os consumidores estão mais proactivos e envolvidos e o número de consumidores-produtores está a aumentar exponencialmente, fazendo com que os sistemas e redes energéticas sejam cada vez mais complexos de gerir. É nesta realidade complexa que as ferramentas da VPS desempenham um papel fundamental»,  explicou Luísa Matos, CEO da empresa.

 

Business-IT