Reportagem

Ericsson Industry Connect quer impulsionar a indústria 4.0

A Ericsson lançou uma solução de conectividade móvel dedicada que quer acelerar a transformação digital e adopção da Internet das Coisas (IoT) na indústria.

Potenciar a inovação
Um dos grandes propósitos do Ericsson Industry Connect é aumentar a inovação através da possibilidade de «chegar, virtualmente, a qualquer utilizador industrial que se encontre em ambientes de cariz fabril e armazéns». Luís Silva revelou algumas das novas utilizações que a solução pode oferecer como «inspeção duplicada digital através de uma reprodução digital em tempo real de uma entidade física com grandes quantidades de sensores; mobilidade para instruções de interface homem-máquina (HMI) destinadas a trabalhadores; evitar colisões e controlar remotamente veículos guiados de forma autónoma (VGA); robótica colaborativa para operações automatizadas; posicionamento, tracking, monitorização de infraestruturas críticas; realidade aumentada e realidade virtual».

O responsável explicou como a Ericsson quer chegar a «empresas de todos os sectores industriais e de logística e distribuição» e deu um exemplo: «Já instalámos a solução em três sectores de mercado, em três empresas diferentes. Uma deles é a Scania, fabricante de veículos pesados, que implementou o Ericsson Industry Connect no seu laboratório de produção inteligente em Södertälje, na Suécia».

Disponível até ao final do ano
O pacote básico do Industry Connect tem oito pontos de rádio que cobrem uma área de seis mil metros quadrados ou uma instalação de 64,5 mil metros quadrados. O pacote pode ser estendido e abranger uma área industrial de até dezoito mil metros quadrados.



Quanto ao preço da solução, o CEO indicou que «está dependente da utilização» e que o valor é «por área de cobertura, não por dispositivo», o que permite o «aumento de escala e redução de escala, sem custos por dispositivo e custos de dados por gigabyte».

Luís Silva revelou como será feita a apresentação da novidade: «Estamos a lançar o Ericsson Industry Connect, embora ainda com limitações na sua disponibilidade, junto de alguns pioneiros seleccionados nos EUA e na Europa Ocidental. Prevemos que, no quarto trimestre deste ano, todos os mercados, inclusivamente o português, tenham ao seu dispor uma disponibilidade total desta solução».

Rota para o 5G
Na evolução para o 5G, o rádio, a rede principal e todos os dispositivos irão evoluir para a rede móvel do futuro. O CEO salientou que os componentes do Ericsson Radio System que são usados no Industry Connect podem ser «actualizados por software para o novo padrão 5G New Radio» e que a solução «evoluirá em diversas áreas». O executivo esclareceu ainda que estes desenvolvimentos serão efectuados em «várias etapas», com a introdução de pacotes de produtos que «forneçam o mesmo nível de funcionalidade, integração, automação, documentação e formação que os pacotes iniciais do produto». Assim, a solução, que é actualmente apoiada em 4G, vai possibilitar que «as empresas mudem para o 5G quando for o momento».

Mas na verdade «toda a evolução do produto basear-se-á no feedback do cliente, na procura do mercado e na pesquisa experiencial dos utilizadores», concluiu.

Business-IT