InternacionalNacionalNotícias

Alemã Zoi escolhe Lisboa para iniciar internacionalização

BMW, Bosch, Kärcher, Porsche e Volkswagen são alguns dos clientes da empresa alemã que se que apresenta como expert em transformação digital. O Web Summit foi a responsável pela escolha da capital portuguesa.

A Zoi (Zero One Infinity) veio para Lisboa e a grande responsável parece ter sido o Web Summit. A empresa alemã, que dá apoio a grandes empresas como a BMW, a Bosch, a Kärcher, a Porsche e a Volkswagen «e quer ajudá-las a manter o patamar de digital champions, nas suas áreas», é especialista no desenvolvimento de sistemas de software e na aplicação de novas infra-estruturas tecnológicas que permitam optimizar a experiência dos utilizadores. Portugal é o primeiro mercado de internacionalização escolhido pela empresa alemã. «Escolhemos Lisboa por considerarmos que é uma cidade muito interessante em vários aspectos. É uma cidade jovem, com grande qualidade de vida, é a capital dos Digital Nomads e é também onde está o Web Summit», explicou em comunicado o CEO da Zoi, Benjamin Hermann.

A empresa tem sede em Estugarda, escritório em Berlim e agora presença em Portugal, no LACS, um espaço cowork em Lisboa.

Procura de talento
O rápido desenvolvimento do ecossistema tech em Portugal, particularmente em Lisboa, terá chamado a atenção da Zoi que pretende, nos próximos anos, investir no País. «Lisboa é uma cidade que se está a desenvolver muito bem, especialmente no que diz respeito ao público mais jovem. Esta é uma região totalmente diferente de Estugarda e de Berlim e é, por isso, um complemento perfeito para Zoi na Europa. Queremos oferecer algo aos nossos colaboradores e, também do ponto de vista do recrutamento, esta é uma localização muito atractiva para a Zoi e, consequentemente, para os nossos clientes. Também acreditamos que há muito talento interessante à volta de Lisboa», acrescentou Benjamin Hermann.

A equipa inicial já formada e é composta por dez colaboradores, mas a empresa alemã avança estar a preparar um novo processo de recrutamento. O objectivo é empregar cerca de duas dezenas de pessoas, com foco em full stack developers, DevOps e software engineers.

A empresa presta apoio a grandes empresas na aplicação de novas tecnologias, com foco em cloud pública, desenvolvimento e criação de software, data science, inteligência artificial, IoT e inovação disruptiva.
‘Guiding Digital Champions’ é o lema da empresa que tem e carteira alguns prémios da AWS nos últimos anos, entre os quais ‘Develop the Best’, em 2015 e ‘Transformation Award’, em 2018.

Susana Marvão
Jornalista especializada em TIC desde 2000, é fã incondicional de todo o tipo de super-heróis e da saga Star Wars. É apaixonada pelo impacto que as tecnologias têm nas empresas.