DistribuiçãoMercadoNotícias

Fusão entre Techdata e Synnex cria gigante da distribuição

A fusão da Synnex e da Tech Data dá corpo ao maior distribuidor de TI do mundo, um negócio avaliado em 7,2 mil milhões de dólares.

Rich Hume
Business-IT

Dois dos maiores distribuidores de TI do mundo vão unir forças para criar um gigante com receitas anuais de 57 mil milhões de dólares, mais de 150 mil clientes e 22 mil funcionários. A proposta de fusão de 7,2 mil milhões entre a Synnex e a Tech Data será liderada pelo CEO da Tech Data, Rich Hume; o presidente e CEO da Synnex, Dennis Polk, será o presidente executivo do conselho. A empresa combinada será 55% detida pelos acionistas da Synnex e 45% pela administração da Apollo Global, que comprou a Tech Data por 5,4 mil milhões de dólares em Junho de 2020.

«Isto é transformador para a Tech Data, Synnex e todo o ecossistema de tecnologia», refere Rich Hume, em comunicado. «A empresa conjunta também será beneficiada financeiramente, permitindo investir de forma significativa na sua plataforma de crescimento central, bem como em tecnologias de cibersegurança, cloud, dados e IoT da próxima geração, que estão a ter um crescimento explosivo devido às tendências de teletrabalho e regresso ao escritório».

As acções da Synnex subiram 11,80 dólares, para os 115 dólares no pré-mercado na segunda-feira a seguir ao anúncio, o valor mais alto das acções da empresa desde a abertura do capital em Novembro de 2003. O anúncio da fusão não revelou, contudo, como será a nova designação.

A Synnex e a Tech Data vão criar o maior distribuidor de TI do mundo através desta fusão e deve ser concluída no segundo semestre de 2021, gerar cem milhões de dólares em benefícios de optimização e sinergia no primeiro ano após o fecho e cerca de duzentos milhões no final do segundo ano.

Crescimento acelerado de receita
«Estamos entusiasmados com a parceria com um líder da indústria de nível mundial como a Tech Data e acreditamos que esta fusão irá beneficiar todos os nossos accionistas», refere Dennis Polk, presidente e CEO da Synnes. «Esta transacção permite um crescimento acelerado da receita e dos lucros, uma presença global alargada e a capacidade de impulsionar melhorias operacionais significativas enquanto continuamos a criar valor para os acionistas. Esperamos trabalhar com os talentosos colegas da Tech Data e que os negócios partilhados criem oportunidades aos membros das diferentes equipas de oferecerem os mais elevados níveis de serviço aos nossos parceiros».

A empresa combinada dará apoio a mais de 1500 fornecedores e OEM e vai servir clientes em mais de cem países na América, Europa e regiões da Ásia-Pacífico. Antes do acordo, a Tech Data, sediada em Clearwater (Florida, EUA) tinha uma presença global – incluindo uma pegada particularmente grande na Europa – enquanto a Synnex, sediada em Fremont (California, EUA) estava focada na América do Norte e no Japão.

A combinação Synnex-Tech Data terá um conselho de onze membros, incluindo Hume, seis membros indicados pela Synnex e quatro directores inicialmente apontados pela Apollo. Dois dos directores nomeados pela Apollo deverão ser independentes. A empresa conjunta teve 1,5 mil milhões em lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) nos últimos doze meses.