InternacionalNotícias

Startups nacionais Knowtary e Sensefinity estão na final do BlockStart

O projecto europeu é liderado pela Bright Pixel em parceria com a comunidade tecnológica F6S e a consultora de inovação CIVITTA.

mmi9/pixabay
Business-IT

Há duas startups portuguesas nas dez finalistas da segunda etapa do projecto europeu BlockStart. A Knowtary e Sensefinity vão agora desenvolver os protótipos durante os próximos quatro meses e tentar ser uma das vencedoras.

O BlockStart é um projeto europeu, liderado pela Bright Pixel em parceria com a comunidade tecnológica F6S e a consultora de inovação CIVITTA, que pretende apoiar e incentivar a adopção da tecnologia blockchain em vários sectores da sociedade.

A Knowtary quer criar identidades digitais e registos de bens ou de propriedades e integrá-los em empresas e serviços de notariado, para que todas as transacções sejam seguras, rastreáveis, indiscutíveis e confiáveis. Já a Sensefinity rastreia, através de sensores e rastreadores, bens refrigerados, como medicamentos e vacinas, carne, peixe e lacticínios e depois regista as informações na blockchain. Esta actua como fonte fidedigna e como um centro de informações para os interessados, que neste caso são os produtores, os distribuidores e os consumidores.

A terceira e última fase do BlockStart, que será realizada entre Abril e Junho, irá contar apenas com cinco startups, «que terão a oportunidade de implementar as suas soluções em 20 empresas potenciais clientes, estabelecendo pilotos que visam validar a capacidade de mercado e perspectivar futuras colaborações», explica a Bright Pixel, em comunicado.

Para já a Knowtary e Sensefinity conseguiram arrecadar um apoio de 15 mil euros para cada uma, mas se forem uma das cinco escolhidas poderão contar com mais investimento.